Edições Histórico dos Concertos Notícias Contactos
Notícias [Arquivo]

  Palácio Foz, Recital de Flauta e Piano, 20 de Abril - 20h30   voltar

- Marina Camponês, flauta transversal - Francisco Sassetti, piano |Obras de L. Liebermann, F. Schubert, J. Ibert e S. Prokofieff



Programa

I
L. Liebermann
Sonata para Flauta e Piano
Lento con rubato
Presto energico

F. Schubert
Sonata em Lá Menor «Arpeggione», D. 821
Allegro Moderato
Adagio
Allegretto

II
J. Ibert
Sonatina «Jeux»
Animé
Tendre

S. Prokofieff
Sonata n.º 2, op. 94
Moderato
Andante
Allegro con brio

Marina Camponês
Iniciou os seus estudos musicais na Sociedade Filarmónica 25 Julho, de Santa Margarida do Arrabal, aos 12 anos de idade. Mais tarde foi admitida no Orfeão de Leiria, onde recebeu aulas de João Pedro Fonseca, e foi por diversas vezes laureada no concurso «O Melhor Aluno».
Posteriormente, frequentou masterclasses ministradas, entre outros professores, por João Pedro Fonseca, Vasco Gouveia, Sandra Pina, Averil Williams, Olavo Barros, Nuno Inácio, Sophie Pérrier, Trevor Wye, Claudio Arimani.
Em orquestra trabalhou com os maestros Alberto Roque, Vasco Azevedo, Henrique Piloto, Pedro Figueiredo, Jean-Sébastien Béreau, Rudolf Barshai, Joana Carneiro, Michael Zilm, Jean-Marc Burfin, Álvaro Cassuto, Pedro Neves e Christoph Campestrini.
Colaborou na Orquestra das Beiras, Orquestra de Sopros do Orfeão de Leiria, Orquestra Sinfónica e Orquestra de Sopros da Escola Superior de Música de Lisboa, Orquestra A2M, Orquestra Académica da Metropolitana, Orquestra Metropolitana e Orquestra Gulbenkian.
É membro do ensemble de música contemporânea XX/XXI, integrada no qual participou no Festival Música Viva em 2006.
Apresentou-se com diversas formações de música de câmara no Palácio Foz, entre outras salas, bem como na região de Leiria-Fátima, inclusivamente no Teatro «José Lúcio da Silva».
Concluiu em 2007 o bacharelato na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de Flauta de Anthony Pringsheim, e, de Música de Câmara, nas classes de Olga Prats e de Nuno Inácio.
Presentemente encontra-se a terminar a licenciatura na Academia Nacional Superior de Orquestra, sob as orientações de Nuno Inácio (Flauta) e de Paulo Pacheco (Música de Câmara).
Lecciona Flauta Transversal em diversas escolas, nomeadamente na Academia de Música de Orquestra e na Academia de Música de Alcobaça.

Francisco Sassetti
Natural de Lisboa, iniciou os seus estudos musicais com Maria Fernanda Costa. Concluiu o Curso Geral de Piano do Conservatório Nacional de Lisboa, na classe de Dinorah Leitão, e respectivo curso superior na Escola Superior de Música de Lisboa, junto de Tania Achot. Ingressou no College Conservatory of Music da Universidade de Cincinnatti (EUA), onde obteve, em 1995, o mestrado em «Piano Performance» sob a orientação de Eugene Pridonoff.
Realizou ainda estudos com Olga Prats, Marie Antoinette Lévêque de Freitas Branco, Franck Weinstock, Sequeira Costa, Dmitri Paperno e Olivier Jacquon.
Iniciou a carreira de concertista no Teatro de São Luiz, em 1988, e desde então tem-se apresentado a solo ou integrado em grupos de música de câmara. Foi bolseiro da Fundação Gulbenkian e da Universidade de Cincinnatti. Foi ainda premiado no 1.º Concurso da Juventude Musical Portuguesa (1988) e gravou para a rádio clássica de Cincinnatti (1995).
Nos últimos anos tem trabalhado com alguns dos melhores cantores nacionais tais como Elsa Saque, Carlos Guilherme, Teresa Cardoso de Meneses, Sandra Medeiros, Ana Ester Neves, Luís Rodrigues e Isabel Alcobia. Gravou com a cantora alemã Ute Lemper para o filme francês Aurelien, e apresentou-
-se em Hamburgo num recital de fado com a cantora Anabela.
Fez-se ainda ouvir em França, na Bélgica, (Europália) em Espanha e no Uruguai.
Trabalhou com os maestros João Paulo Santos, Paulo Lourenço, Jorge Alves, José Robert, António Lourenço e Vasco Azevedo. Na qualidade de músico-actor trabalhou ainda sob a direcção dos encenadores Paulo Matos, Paulo Lages e João de Melo Alvim.
Paralelamente à carreira de intérprete, tem-se destacado como professor do seu instrumento. Nesse sentido alguns jovens pianistas que passaram pelas suas mãos já foram premiados em concursos nacionais e integram agora as escolas superiores de música portuguesas. Leccionou na Escola «Leal da Câmara» e na Escola Profissional de Música de Almada. Desde 1997 que integra o corpo docente da Escola Superior de Música de Lisboa, como pianista/acompanhador das classes de Canto, e é ainda acompanhador na Academia Nacional Superior de Orquestra, professor de Piano no Instituto Gregoriano de Lisboa e professor de Música de Câmara no Instituto Piaget de Almada.
(JMP), 09-04-2009
Copyright © 2006-2019 Grupo MediaMaster. Todos os direitos reservados.